sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Eu te quero! Eu te desejo! Eu te amo!


Lembro-me de quando corri para tua casa e, assim que abriste a porta, te agarrei e beijei com um impulso apaixonado. Como se fosse o nosso último momento.
Lembro-me do teu corpo juntinho ao meu, sentindo o teu calor, o teu amor ...
Lembro-me do momento em que seguraste o meu braço e me puxaste para evitar que eu saísse pela porta, pois não querias que a nossa história tivesse um fim.
Lembro-me de quando te vinha trazer o almoço, quando passavas as noites comigo, nesta cama. Aqui, onde me entristeço por pensar que poderíamos ter um futuro feliz. Acordaríamos todos os dias, lado a lado, com beijos de bom dia, abraços, uma refeição na cama, ou sexo.
Ao invés de termos isso, passaremos o resto deste percurso das nossas vidas separados por uma distância tão grande.
Como eu gostava de te ter ao meu lado todos os dias.
Adorava que estivesses aqui agora, nos meus braços, nos meus lençóis, nos meus lábios ...
Como eu gostava que fôssemos felizes juntos. Que nos amássemos mutuamente e nos entregássemos um ao outro, num romance eterno.
Como eu gostava de viver uma história de amor contigo. E um dia, poder olhar para trás e me lembrar de tudo, como se se tratassem das memórias de um tempo em que fui a pessoa mais feliz à face do planeta.

Infelizmente, isso não depende só de mim. 

Eu te amo mais do que possas imaginar!