terça-feira, 29 de setembro de 2009

Not Good Enough . . .

This time I'm not looking back.
I can't... I have to be strong.
I have to manage to be as strong as a person can be. Because of all the things you put me throught, because of you, because of me...
I have to realize that the lesson has to be learnt, really learnt!

Why look back and remember things that will only make myself cry?
What the Fuck is happening to me? What the Hell is wrong with me?

I am not blind or nyeve and you, certainly, are not stupid, actually you're smarter than I thought you were.
And after all that time and after all I've done for you...

What you did was the worst thing someone has ever done to me.
I've let you come inside, I even let you sleep in the pillows of my heart.
It was the first time I felt that passion for somebody and, untill now, I haven't felt the same.

I hold my breath every time I look at you.
But, why do I have the feeling that you are so fine about it all and it doesn't even afect you.
It truly looks like it didn't happen to you. Do I even matter?
Maybe you have a clean conscience. Don't know why but, you have your own reasons.
Where is the love, the excitement, the sparkle I use to see in your eyes?
Right now, I look into your eyes and I simply can't find you.
Where is that sparkle??

If you would just tell me to wait when I was walking away... But you didn't.
Instead, you walked the other way and we strayed so far from each other.
We fell appart...

There's no way back. I cannot go back because of you. I will be strong. I am strong enough to continue in the journey of my life.
I'm just trying to be the best that I can be.
I can be broken, but there are pieces left and those pieces won't give up, won't fall appart like we did.
I'm not waitting anymore. You won't steal my time no more.
I have other things to do, better things, other than worrie about your problems or your shit or you, at all.
I'm holding on and I still can fight for what I believe. I will fight for my happyness.
I just have to be strong and i need someone to take me away from here and make me happy...

sábado, 12 de setembro de 2009

Confiança perdida.

O que devemos fazer quando nos apercebemos que estão todos juntos (todos aqueles a que te dás, nem que seja dar um simples sorriso). Estão todos juntos numa missão para te estragar a vida ou deixar-te o mais em baixo possível?
Acusações, mentiras, traições . . . Já começo a ficar farto!

Tudo começa com flores . . . sempre começou.
Quando tudo começa, o mundo é perfeito, pássaros cantam, borboletas voam, plantas crescem dentro de nós . . .
Tudo é executado com uma calma pacífica, tudo estudado ao pormenor, até que nos envolvermos de uma forma mais próxima.

Conversas levam sempre a brincadeiras, as brincadeiras levam a um pequeno flert, esse pequeno flert leva a risos de alegria e de felicidade, a felicidade que sentimos por estarmos alegres leva a emoções fortes, qualquer emoção forte leva a intrigas, todas as intrigas se tornam fortes e levam a outro nível completamente diferente onde se encontram as discussões, e discussão, como é óbvio, tanto leva, como revela mentiras, traição, materialismo, possessibilidade, desilusão completa . . .

O que nos leva a crer que podemos confiar nas pessoas?
Será a confiança eterna?
Serão todas as pessoas de confiança até certo ponto?
Será que isso sequer existe?
Será que só podemos confiar em nós mesmos?

... Perguntas retóricas que têm de ser feitas. Respostas para elas que não se acham, que ningém consegue dar.
Cada um fala por si, mas se assim for, o que cada um fala não se escreve, o que cada um fala pode ser mentira.

"As verdades doem", é o que dizem . . . mas não pensam que uma mentira doe o dobro.
"As verdades são para se dizer", eu não vejo isso, não vejo nada disso.

Verdadeira verdade seja dita . . . há gente que nem confia em si mesmo o suficiente para saber o que quer, ou saber do que realmente é capaz, ou saber o que realmente vale.
Não posso dizer que não sou culpado de algumas dessas acusações. Talvez por ingenuidade minha ou chamem o que quiserem não me vejo o que dizem que sou (há quem fale bem, há quem fale mal).
Mas não tenho dúvidas de que sou uma pessoa que não gosta de ser apunhalada pelas costas.

Se há mal entendidos, tenho todo o gosto em explicar. Mas para isso têm de vir falar comigo, isto claro, se conseguirem.
Mas normalmente o tempo passa, as coisas, para uns são esquecidas, para outros apenas ficam marcadas. Em momentos, há alguma imagem, algum acontecimento que nos faz relembrar de tudo e aí vêm mais lágrimas, mais sofrimento, mais arrependimento.
Não tenho medo de dizer que sofro com tudo isto.

... Mais sofrimento, mais lágrimas que caem, mais pessoas que me desiludem.

E isto tudo porquê? Porque razão?
Se queres que te diga, nem eu sei o porque...
Às tantas, nem tu sabes, nem eles todos, que se juntaram, sabem. Nem eles sabem...

Desilusões que não serão facilmente esquecidas.
Confiança perdida, cabeça fodida!!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Let's take the chance?

I don't know what caused this feeling. Maybe it was the look in your eyes, maybe your words helped, or your personallity may be the cause. Maybe even your way of speaking.
Who knows if it was the hair or the lips?
Who knows what happened?

I just know that I liked it all, I want to have you by my side at all times.
I want you to talk to me like there's no tomorrow, or walk with me like we want to go somewhere together.
Please, hold me tight and don't let go, at least, not for a moment. Be gentle when you caress me... Now, I need you to kiss me!

I just want to start again, and maybe you can show me how to try. Maybe you could take me in, somewhere underneath your skin.

I have my heart all broken up, but I always come back for more.
Maybe this is me asking for help, maybe it's just a way of telling you that i'm feeling lonely.
After all, I don't want to be alone tonight on this place I call my own.

Tell me if you will stay with me. I need to know.
Because, this was not what I was looking for. I wasn't even looking for anything like this, but then you came, showed me tons of things about yourself that left me stunned with such beauty.

You turned me upside down and now I'm done.

I can't garantee that it is going to be easy but I am willing to do it.
I don't know about your life and I don't know much about your world.
We don't know about each other's past, and I don't have my life figured out yet.
But, what do you say about trying?

Maybe it's going too fast or maybe it isn't meant to last, but I might be dettermened to jump off the edge. Will you jump with me?

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

A Vítima das Minhas Acusações.


Foste o primeiro grande amor da minha vida.
Acredito que muitos outros grandes amores virão,
Mas é óbvio que nunca serás esquecido. Foste especial!

Entreguei-me completamente a esta relação ...
Por vezes penso se essa foi a melhor opção,
Mas no final vejo que sim. Tudo que passei valeu a pena!
Não me arrependo de nada e nem sei o que seria de mim,
Se não tivesse passado por tudo isto.

Passei dias inesquecíveis e fantásticos ao teu lado,
Que me fizeram uma pessoa muito feliz.
Eu te amei... E como amei...
Amei-te cegamente como nunca amei ninguém até hoje.
Mas mesmo tendo sido a relação mais profunda que tive,
Estou contente por ter acabado. Foi tempo suficiente ...

Agora que olho para trás, me vejo completamente fora de mim
E até ridículo em certas atitudes.
Éramos apenas duas crianças, descobrindo, despertando ...

Foi mais uma das experiências que me ajudam a crescer.
Experiências que não quero que tenham um fim,
Porque me fortificam e me ensinam sobre a vida, as pessoas.

Não tenho vergonha de dizer que errei e que chorei.
Faz parte deste percurso ladrilhado que fazemos todos os dias.
Gosto de me recordar dos momentos lindos que passei junto a ti.
Aquele sentimento maravilhoso que nos envolvia.

Muita coisa pode ficar por dizer e por vezes é o melhor.
Eu não me importo. Quero apenas as boas recordações.

Tenho vindo a aprender a viver sem ti.
Mas sinto a tua falta de vez em quando.
Foste amor, foste paixão, foste ilusão, foste passado ...
E o meu passado contigo não será esquecido!

"The End" or just "A New Beginning"


I know that I'll try as hard as I can,
Not to be the one they want me to be,
But the one I need to be.

Do I even know the difference between right and wrong?

I may not be old enough, or strong enough.
But I surely have strenght,
Or I wouldn't be here.
And I certainly have courage,
Or I wouldn't have made my own decisions.

Maybe I'll find someone to teach me.
I may improve with time and life experiences.
We all possess exactly what we need
To be our greatest selves.
We just need to listen to our instincts.
And if it doesn't work out, I'll try again.
Each time, more determined and focused in my goals.

I always have to remember to do it for the ones I love,
But specially, for myself and my well being.
I know I'll have support from my family,
In every decision I make, as long as it's for my own good.

I think that I can always make some changes,
About somethings that I may not like,
But I should never let them change me,
If it is not for the best.

It wasn't my decision to change in the first place,
But sometimes things happen for a reason.
I believe, this will make me feel better about myself.
And I think I'll be alright!